segunda-feira, 5 de abril de 2010

"O Senhor do Falcão" - Valeria Montaldi

Título: "O Senhor do Falcão"
Autor: Valeria Montaldi
Tradutor: Maria Irene Bigotte de Carvalho
Editora: Casa das Letras
Edição: 1.ª Edição (Outubro de 2005)
Páginas: 400

Sinopse:
"Milão, 1226: está aberta a caça aos hereges e os inquisidores povoam as ruas da cidade. O cadáver de uma jovem mulher aparece a boiar nas águas do canal do Vettabbia, com o corpo dando sinais de parto recente. Só que da criança nem rasto. Passados 17 anos, alguém vai interrogar-se sobre o que realmente terá acontecido naquela noite. Arnolfo da Sala, abade do mosteiro de San Simpliciano, atormentado por um sonho recorrente e com suspeitas antigas que só ele conhece, encarrega o frade Matthew de investigar o caso.

Pelas ruas de uma Milão abalada pela perseguição aos hereges e pela luta contra o imperador Frederico II, o frade inicia a sua investigação. Por lugares ainda hoje reconhecíveis, como o Broletto, centro político e comercial da cidade, o bosque de Quadronno ou o Hospital do Brolo, Matthew entrecruza as histórias de Isaac, médico judeu, e da sua bela filha Raquel. Mas só o encontro com Guglielma, uma jovem vidente e mística malquista aos olhos da igreja milanesa, assinalará indelevelmente a consciência do frade, indicando-lhe o caminho a seguir para concretizar a sua missão e resolver o mistério."


Opinião:
Comprei este livro na Feira do Livro do ano passado, mas só agora o li. Já não me lembro como é que tive conhecimento deste livro, mas lembro-me de andar à procura dele na Feira e de o ter encontrado a um preço bem apetecível: 5€.

Como já me aconteceu várias vezes, os livros de autores que para mim são desconhecidos e sobre os quais não tenho qualquer referência, revelam-se, muitas vezes, excelentes obras e leituras. Este é mais um desse grupo.

Uma mulher assassinada, uma criada que foge com uma criança recém-nascida nos braços e a abandona à porta de um mosteiro, um homem, cruel e desumano que luta pelo poder, uma vidente misteriosa, uma rapariga com um defeito físico, um médico judeu e a sua filha, uma prostituta, um castelão bondoso e um frade em busca de si próprio são os ingredientes deste romance, que se misturam em doses perfeitamente adequadas dando origem a uma trama de mistério que envolve o leitor desde as primeiras páginas.

Da história não vou falar, pois correria o risco de desvendar algumas partes fundamentais para quem queira ler o livro. É uma história muito bem contada, com personagens bem construídas, onde as emoções e os sentimentos imperam. As personagens conseguem dialogar com o leitor que a certo momento sente que as conhece e empatiza com umas enquanto sente raiva de outras. A forma como o romance está escrito leva o leitor a conseguir visualizar as cenas descritas.

Para além de uma boa história, este romance é também uma óptima lição de história, pois relata muito bem a vida na Idade Média.

Excelente!


Prós
: As personagens muito bem construidas, emotivas e que ganham vida própria ao longo do romance. As decrições da vida da época e da medicina.


Contras
: Não encontrei.

3 comentários:

Alice disse...

Li este livro há cerca de 2 anos, se não me engano, e gostei muito. Há um segundo livro cuja estória se relaciona um pouco com esta, "O Mercador de Lã" do qual também gostei muito.
Bjs e boas leituras

Devorador de Livros disse...

Não conhecia este livro. E, graças à tua opinião, fiquei logo interessado! Gosto de histórias envolventes com uma variedade de personagens muito bem contruídas. :)
Espero que estejas melhor a nível de saúde...
Um forte abraço apaziguador.

Homem do Leme disse...

Olá Alice,

"O Mercador de Lã" já está há algum tempo na minha lista de livros a comprar. Talvez o compre este ano na Feira do Livro.

Bjs.


Devorador de Livros,
este é realmente um livro que merece ser lido.

Quanto à minha saúde, estou è espera da marcação da operação. Obrigada

Um abraço!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin