quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

"A Sombra do Vento" - Carlos Ruiz Zafón

"Numa manhã de 1945, um rapaz é conduzido pelo pai a um lugar misterioso oculto no coração da cidade velha: o Cemitério do Livros Esquecidos. Aí, Daniel Sempere encontra um livro maldito, que muda o rumo da sua vida e o arrasta para um labirinto de intrigas e segredos enterrados na alma obscura da cidade."

Há livros assim, que nos fazem perder a noção do tempo e do espaço, esquecer a realidade e estabelecer uma cumplicidade com as personagens em que real e ficção se fundem numa harmoniosa história brilhantemente narrada. Assim é "A Sombra do Vento".

"A Sombra do Vento" é uma história sobre uma história, sobre um livro e o seu autor, vidas que se cruzam, sonhos que se ousam viver, segredos que se escondem e se revelam.

Não vou aqui falar da história, pois descrevê-la é retirar-lhe a magia. Até porque esta é uma das histórias em que cada leitor, para além de a ler, a sente de uma maneira muito própria, muito projectiva. Pelo menos foi assim que eu senti.

Um livro brilhante, muito bem escrito, que para além da história que nos fascina nos embala nas palavras e faz viajar. Momentos houve em que me senti a viver as emoções narradas, a percorrer as ruas de Barcelona, a sentir o medo de Nuria, o desespero de Penélope, o amor de Daniel. Adorei percorrer os recantos do Cemitério dos Livros Esquecidos, que mais que um cemitério e muito mais que de livros esquecidos, é um mundo vivo de livros que se eternizam pelas emoções que despertam.

Um livro que, sem dúvida, ganhou espaço entre os "Livros da minha Vida".


9 comentários:

Maria Manuel disse...

Concordo plenamente com o que disseste. Apesar de ter lido este livro em formato digital, portanto foi-me mais complicado estar a lê-lo,a 'cheirá-lo' este foi, sem dúvida, um livro que me marcou pela positiva. Fiquei curiosa em ler o Jogo do Anjo do mesmo autor, mas estou a ver se apanho uma promoção. O livro é um cadito caro e como compro bastantes...
O que estás a ler agora também é espectacular. Aguardo ansiosamente pelo comentário.
Boas leituras :)

Isabel Maia disse...

Estou rendida ao universo mágico criado por Zafón. Se eu já tinha uma enorme vontade de visitar Barcelona, essa vontade cresceu exponencialmente graças a este livro e ao "O Jogo do Anjo".

djamb disse...

Sem dúvida, uma obra-prima! Está indubitavelmente bem escrito e estruturado, com vida própria!
Também gostei muito d'"O Jogo do Anjo", mas o livro que referes, para mim, foi marcante e penso que dificilmente será ultrapassado por outro de Zafon.

Homem do Leme disse...

Maria Manuel,
eu li o teu comentário sobre este livro. O formato digital não me agrada pois eu gosto de sentir o livro, de passar as suas páginas, cheirá-lo, ... enfim, manias de leitora! Também quero ler o JOGO DO ANJO, mas acho que vou esperar por Agosto e pelos presentes de anos. Até lá, leitura não me vai faltar, com a lista de livros a ler que tenho...
Quanto ao que estou a ler agora, estou a gostar muito, mas a Tess já é uma "conhecida" cá da casa e até agora não desiludiu.

Isabel Maia e djamb,
concordo connvosco. Ainda não li O JOGO DO ANJO, mas creio que a escrita de Zafón, pela sua intensidade, nos marca com a primeira leitura de forma indubitável.

Miss Alcor disse...

Um dos melhores que já li até hoje.
É verdadeiramente um grande livro, e o escritor de certeza que nos vai surpreender nas próximas publicações!

Iceman disse...

É de facto um excelente livro.

Ainda aguardo para ler o "Jogo do Anjo"

MorTo Vivo disse...

Andava eu aqui numa tempestade sobre o que iria ler a seguir e pelos vistos já descobri...

MorTo Vivo disse...

Olá timoneiro, claro que podes usar e abusar e recomendar e outras coisas que tais. Faz o que te der na real gana pois como disseste para tristes já chegam os dias e aqueles seres com os quais somos obrigados a conviver.

Mau-r-à-dona disse...

O livro é fantástico, de facto... Dos meus preferidos, sem dúvida. Gostei d'"O jogo do anjo" mas acho que é não é tão bom como "a sombra do vento". Esse livro marcou-me. Já o li há bastante tempo e ainda hoje o tenho guardado no coração e na memória...

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin