segunda-feira, 24 de março de 2008

"A Estrela de Joana" - Paulo Pereira Cristovão

Terminei hoje de ler este livro. Já o tinha há algum tempo na prateleira, mas quis lê-lo, apenas quando passasse a histeria mediática da comunicação social sobre este caso e semelhantes. E na sexta feira, pensei: "Hoje é um bom dia".

Posso dizer que foi uma surpresa: este livro é muito mais do que eu esperava; é muito mais que o relato de uma investigação, feito por quem a viveu por dentro.

Paulo Pereira Cristovão, o autor, foi um dos três agentes da Polícia Judiciária, destacados para ajudar os colegas do Algarve, com o caso que todo o país sabia como resolver, só a Polícia não conseguia nada. Pois é, por vezes a democratização da notícia tem destas coisas - a comunicação social emite opiniões, dá a conhecer a verdade e a mentira, condena, julga, defende, iliba, perdoa e crucifica, sem dó nem piedade.

Este livro tocou-me profundamente. É um livro simples, de linguagem pura e crua, que não foi escrito por um escritor, mas sim por um Homem, que sente, vive e luta.

É um livro que, acima de tudo, dá voz à revolta sentida pela incompreensão, solta sentimentos tantas vezes reprimidos, fala de dificuldades e de como os Homens que acreditam as ultrapassam.

Ao Cristovão, ao Marques Bom, ao Leonel, e a tantos outros, um Bem-Haja a todos!!!

Acreditem, sei o que é olhar os olhos do mal e tentar manter a sanidade (será que mantemos?)...

2 comentários:

Anónimo disse...

Olá. O meu nome é Joana, e também já li o livro. Foi qq coisa de espectacular e chocante, completamente!
Infelizmente o livro não era meu, gostava de lhe pedir um favor.
Se me poder mandar o que dizia na ultima página da história, agradecia-lhe. Precisava mesmo !

O meu mail é: juanitaa_AcD@hotmai.com

Abraço ! Obrigada pela disponibilidade :)

Homem do Leme disse...

Joana,

já enviei o pedido por e-mail. Espero que ajude.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin